Moagem industrial.

Essencialmente, a moagem é a redução de tamanho de um determinando estado sólido ou composto pela aplicação de forças como compressão, impacto, atrito ou corte.

Nesse processo, as diversas combinações de forças dão origem a diferentes tipos de moagem com variados produtos como resultado final.

Indústrias que trabalham com matérias primas no estado sólido, como alimentícia, farmacêutica, química, minério de metais, dentre outras, utilizam a moagem a fim de atingir certas especificações granulométricas e que tenham como resultados produtos específicos.

Existem riscos no processo de moagem?

Dependendo da indústria e do material final que se deseja obter, esse tipo de processo industrial pode ser responsável pela geração de poeiras explosivas, que por definição, são materiais sólidos extremamente finos.

O problema nesse tipo de poeira gerada durante a moagem industrial é que ela é altamente inflamável e explosiva quando entra em contato com o ar, ou seja, quanto mais fina e mais capacidade de suspensão possuir, mais explosiva ela será.

Na indústria química, por exemplo, a moagem está também presente nos sistemas de processamento defensivos agrícolas, atendendo as especificações altamente exigentes do mercado.

Parte desses produtos agrícolas compõe fertilizantes em sua fórmula, por isso o risco de explosão durante o processo de moagem.

O Nitrato de amônio (NH4NO3), por exemplo, quando submetida a temperaturas a partir de 210ºc, a substância química se decompõe, mas quando ultrapassa a temperatura de 290ºC essa substancia acaba se tornando explosiva.

Possíveis problemas durante o processo de moagem industrial

Triangulo do fogo:

Triângulo do fogo é o parâmetro amplamente utilizado para a análise de incêndios e lista três fatores imprescindíveis para que ocorra a combustão de algum material:

  • Combustível;
  • Fonte de ignição
  • Comburente (oxigênio), também chamado oxidante.

Triangulo do fogo

Pentágono da poeira explosiva:

Em caso de explosões fabris, é levado em consideração o pentágono de poeira explosiva, que enumera mais dois elementos essenciais (além dos três já apresentados pelo triângulo do fogo) para a ocorrência de uma explosão.

  • Combustível;
  • Fonte de ignição;
  • Comburente (oxigênio), também chamado de oxidante;
  • Confinamento de pó;
  • Dispersão de pó;

É válido ressaltar que o processo de moagem em si não é o responsável por incêndios. O risco é gerado quando ocorre o manuseio de um material com características explosivas em equipamentos não herméticos.

Pentágono poeiras explosivas

Quais são os cuidados necessários para evitar incêndios e explosões

O primeiro passo é eliminar pelo menos um dos cinco elementos do “pentágono da poeira explosiva” nos ambientes onde há produção de poeira explosiva. Mas para real prevenção da sua empresa você deverá:

  • Investir na aquisição de equipamentos industriais de moagem sólidos de qualidade.
  • Contar com um sistema que seja a prova de incêndio;
  • Realizar manutenção e auditoria preventiva para encontrar vazamentos, correntes de ar e gás;
  • Investir em um sistema de ventilação industrial eficiente.

 

Gostou do nosso artigo? siga nossas redes sociais e fique sempre atualizado.