No Outubro Rosa, nos conscientizamos da importância da prevenção de uma das doenças que mais atinge as mulheres em nossos país, o câncer de mama.

Outubro Rosa:

Como e quando surgiu o Outubro Rosa

Uma campanha chamada outubro Rosa, foi criada em 1997, por entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, que começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama. Todas essas ações são até hoje direcionadas a conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce.

Surgiu posteriormente uma ideia de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatro, etc. Como uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar.

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa. E por isso, separamos algumas dicas importantes de como se prevenir ao câncer de mama:

Tenha uma boa alimentação

Todo mundo sabe que uma alimentação equilibrada e completa ajuda para uma saúde estável. Uma dieta balanceada auxilia no controle do peso e ajuda contra a obesidade. O sobrepeso é um dos fatores de risco para o surgimento do câncer de mama, principalmente após a menopausa.

Se exercite

Exercícios físicos são muito importantes para uma saúde plena e para ajudar a evitar uma série de doenças, inclusive o câncer de mama. Como mencionamos no item acima, a obesidade é um dos fatores de riscos para o crescimento e surgimento da doença. Junte o sobrepeso ao sedentarismo e as consequências podem ser graves. Por isso, pratique exercícios físicos regularmente. Nosso corpo não foi feito para ficar parado.

Saiba mais:

Mamografia anual

Outubro Rosa: Mamografia anual

Outubro Rosa: Mamografia anual

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e as Sociedades Brasileiras de Cancerologia e Mastologia orientam que toda mulher após os 40 anos necessita realizar o exame de mamografia anualmente. O importante é seguir a orientação médica adequada e fazer a mamografia regularmente. O exame é muito importante para o diagnóstico precoce e quanto mais cedo for o diagnóstico melhor.

Faça o autoexame

Acima de tudo, é claro que o autoexame NÃO basta para diagnosticar precocemente o câncer de mama porque não apresenta eficácia para a detecção do tumor. Mas ele é importante para que você conheça o seu corpo e saiba o que é normal e o que não é em seu corpo. Portanto, fique atenta a qualquer tipo de mudança e fale com seu médico imediatamente se notar qualquer alteração.

O autoexame deve ser feito uma vez por mês. A melhor época é logo após a menstruação. Para as mulheres que não menstruam mais, o autoexame deve ser feito num mesmo dia de cada mês, por exemplo todo dia 15. Durante o autoexame você deve procurar pelas seguintes características:

  • Deformações ou alterações no formato das mamas;
  • Abaulamentos ou retrações;
  • Feridas ao redor dos mamilos;
  • Caroços nas mamas ou axilas;
  • Secreções pelos mamilos.